Recuperadas obras de Picasso e uma de Miró roubadas em Málaga em 2010

A polícia espanhola recuperou esta quarta-feira duas obras de Picasso e uma de Joan Miró que foram roubadas em 2010 numa sala de exposições de Málaga, segundo uma fonte da Direção-Geral da Polícia.

Trata-se das obras “A coruja” e “Retrato de família”, de Pablo Ruiz Picasso, e uma gravura em papel de Joan Miró, pertencentes a um colecionador particular, que a disponibilizou para exibição.

Segundo a mesma fonte, após três anos de investigação, que levaram os agentes a procurar as obras também na República Checa, a polícia deteve no passado 18 de abril um dos presumíveis autores do roubo.

Na operação, os agentes efetuaram buscas em Málaga e Madrid. As obras foram apreendidas na mesma manhã da detenção, na cidade de Málaga.

A polícia informou que a operação continua aberta para o total esclarecimento do sucedido e não descarta a hipótese de novas detenções.